Fachin libera acesso ao Congresso em votação da reforma da Previdência

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, concedeu liminar para permitir a entrada de qualquer pessoa no Congresso Nacional durante a análise e votação da reforma da Previdência, nesta semana. Segundo o ministro, o povo tem o direito e o dever de fiscalizar os parlamentares, cujas decisões terão impacto direto em suas vidas.

"O direito de acesso e acompanhamento dos trabalhos legislativos no âmbito do Congresso Nacional é consequência do comando constitucional previsto no artigo 1º da Carta Magna, o qual dispõe que a República Federativa do Brasil constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem por fundamentos: a soberania, a cidadania, a dignidade da pessoa humana, os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político", afirmou o ministro.

A decisão atende a um pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e da seccional da entidade no DF contra ordem do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que havia restringido o acesso às dependências do Legislativo. Segundo a OAB, a direção da Câmara impediu a participação democrática no acompanhamento da tramitação da PEC 287/2016.

Para Fachin, impedir o acesso de cidadãos ao Congresso vai contra a cidadania e dignidade. Segundo o ministro, os eventuais excessos, que impeçam as discussões e deliberações podem e devem ser contidos, mas não podem impossibilitar o exercício da liberdade de ir e vir.

Reforma da PrevidênciaNesta terça-feira (9/5), a Comissão Especial da Reforma da Previdência concluiu a votação dos destaques ao relatório do deputado Arthur Maia (PPS-BA). Agora, o texto está liberado para ser levado ao plenário da Câmara. A expectativa é que a votação ocorra nos dias 24 e 31 de maio, em dois turnos.

Por causa do tumulto na sessão na semana passada, a votação desta terça ocorreu em meio à segurança reforçada na Câmara. O prédio foi cercado por grades e o esquema teve a participação de policiais militares, do Batalhão de Choque e da Força Nacional de Segurança.

Clique aqui para ler a decisão.

HC 143.645  

Fonte: Revista Consultor Jurídico

Mundo Sindical

  MENU DE ACESSO RÁPIDO
 
  EDITAIS
 
  ____________________
  REVISTA MUNDO SINDICAL
 
  ____________________
Vídeo
Reunião das Centrais Sindicais
decide futuro da luta no Brasil
____________________
 
 

______________________________________________NOTÍCIAS______________________________________________

 
Deputado Federal Roberto de Lucena pede ao MPF
que investigue contas do INSS
      Reforma da Previdência deixa 80% dos
trabalhadores rurais sem aposentadoria
  O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) e vice-presidente nacional da UGT ingressou, nesta quarta-feira (4), com pedido de abertura de investigação no Ministério Público Federal para que seja apurado o déficit da Previdência Social   BRASÍLIA - Na luta para conseguir a maioria dos votos necessários para aprovar a reforma da Previdência no plenário da Câmara dos Deputados, o governo...  
_____________________________________________________________________________________
É contraditória a afirmação de que há déficit
na previdência
      Mais pressão contra as reformas - artigo de Miguel Torres
  Artigo do desembargador do TRT 2ª Região, Sérgio Pinto Martins   Para quem acha que a História havia terminado e que não tínhamos mais luta de classes, a conjuntura atual mostra exatamente o contrário.  
_____________________________________________________________________________________
Temer, o inimigo dos trabalhadores       Mobilizar ainda mais!
  Escrito por Vagner Freitas Presidente nacional da CUT (Central Única dos Trabalhadores)   Após a aprovação na Câmara dos Deputados das terríveis propostas de reformas da Previdência e trabalhista elaboradas pelo governo, a Força Sindical e ...  
_____________________________________________________________________________________
Desembargador José Nascimento Araújo, do Tribunal
Regional do Trabalho no RJ alerta a sociedade
      Trabalhista: centrais obtêm vitória e texto passará
por 3 comissões no Senado
  Desembargador fala sobre a reforma trabalhista   Diante da resistência da oposição, o presidente interino do Senado, Cássio Cunha Lima, costurou ontem um acordo para a tramitação da reforma trabalhis...  
_____________________________________________________________________________________
"Argumentam que a Previdência está falida. É uma
mentira. Sobravam mais de R$ 30 bilhões por ano"
      Trabalhadores do setor de transporte reafirmam
disposição de parar novamente contras reformas
  Presente no dia de encerramento do Congresso Estadual da CSB, o senador José Pimentel (PT/CE) aproveitou a oportunidade para incentivar o debate no movimento sindical...   Representantes dos condutores de ônibus, metroviários e portuários afirmam que categorias podem voltar a interromper atividades, dependendo do andame...  
_____________________________________________________________________________________
Dieese: reforma trabalhista é retrocesso da
proteção social
      Contra as reformas, CUT prepara marcha a Brasília e
nova Greve Geral
  Projeto em tramitação no Senado, se implementado, resultará em "drástica redução de direitos e no desmantelamento do sistema de relações de trabalho"   Direção da CUT faz balanço da Greve Geral e aponta para o fortalecimento da luta  
_____________________________________________________________________________________