Informativos
Visualizar no navegador | Enviar para um amigo
 
 
 
Informativos | Notícias | Contato
Revista Mundo Sindical: Clemente, do Dieese é o entrevistado desta edição

Olá, como vai?!

Chegamos à metade de 2019. São seis meses de novo governo. É nosso dever confiar e trabalhar, sem ficar choramingando. Mas, também, é nossa missão lutar, sem medo, por nossos direitos, pelo que achamos justo diante das mudanças radicais que continuam desabando sobre o mundo do trabalho e sindical.

Há no ar sentimento de frustração e desesperança. Cai a cada dia o número dos que acreditam em soluções milagrosas. A economia permanece travada, o desemprego ainda castiga 13 milhões de trabalhadores. São mudanças provocadas pelo avanço implacável da tecnologia e pelas reformas – da trabalhista, em 2017, à atual, da Previdência.

Para falar sobre a nova realidade trabalhista e sindical à luz das novas tecnologias, ouvimos um especialista no assunto, o sociólogo e professor universitário Clemente Ganz Lúcio, diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Impressiona sua análise das mudanças atuais e futuras. Ele fala

da necessidade de os sindicatos estarem atentos às transformações; do Brasil desigual; da importância de investir em formação com ação conjunta escolas-empresas; do impacto dos aplicativos no setor de serviços; da nova tecnologia 5G; e das categorias em extinção, com o alerta de que um sindicato não pode representar o que não existe.

A reforma da Previdência está em andamento e muita coisa ainda pode mudar na PEC nº 06 que tramita no Congresso. Para o governo, ela é imprescindível para salvar as finanças e reativar a economia. Para os trabalhadores, que em 14 de junho reagiram com uma greve geral liderada pelas 10 centrais sindicais, a reforma retira direitos e rebaixa benefícios e aposentadorias.

O advogado Cesar Augusto de Mello alerta para o “buraco negro” nas contas da seguridade Social. A economista Patrícia Pelatieri afirma que “a reforma desconstrói o pacto social da Constituição de 1988” e empobrece ainda mais as mulheres. “Proposta que tira renda das famílias não é boa para o país.”

Mas há muito mais nesta edição. Destacamos, em três reportagens, as campanhas salariais vitoriosas do Sindicato dos Metroviários de São Paulo; do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindmotoristas-SP); e do Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de SP (Sintaema-SP). A ampla participação dos trabalhadores e a “unidade” na luta por melhores salários e benefícios marcaram as três campanhas, além da unidade na luta contra reformas que retiram direitos. Foi o que também ocorreu nas campanhas de outras categorias neste 1º semestre.

Não deixe de ler a reportagem sobre os “registros sindicais” que, com a aprovação da MP 870, deixam o Ministério da Justiça e ficam definitivamente sob o guarda-chuva do Ministério da Economia. De acordo a Zilmara Alencar Consultoria Jurídica, deve ser mantido o e-sindical lançado pelo ministro Sergio Moro, que tornou mais rápida e transparente a tramitação dos processos. Confira ainda nossa análise sobre a MP 873, aquela editada às vésperas do Carnaval, que vetou a aprovação de contribuições por meio de assembleias e proibiu seu desconto em folha de pagamento. A expectativa é que caduque em 1º de julho, sem ser apreciada pelo Congresso. Por fim, confira as nossas três páginas do Giro Sindical.

Clique aqui para ler a revista.

Beijos,

Sandra Campos
Editoral da Revista e Portal Mundo Sindical
Celular 11-948-137-799

 
Comissão especial retoma debate sobre reforma da Previdência
  A Comissão Especial da Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados retoma hoje (19) as discussões sobre o parecer do deputado Samuel Moreira (PSDB-...
VER MAIS

Renda dos mais pobres segue em queda e ricos já ganham mais que antes da crise
  Constatação é de um estudo do Instituto Brasileiro de Economia, da FGV
VER MAIS

OIT aprova Convenção sobre assédios moral e sexual no mundo do trabalho
  A Convenção 190 foi aprovada após dez anos de debates entre o movimento sindical, empregadores e governos
VER MAIS

Com reforma da Previdência, maioria dos homens vai se aposentar aos 77 anos
  Equipe independente de economistas afirma que 20 anos de contribuição mínima impedem homens de se aposentarem aos 65. Se regras de Bolsonaro estivesse...
VER MAIS

Dirigentes da Força Sindical visitam IndustriAll em Genebra
  Dentro do roteiro de ações da comitiva brasileira em Genebra, Suíça, os dirigentes da Força Sindical visitaram nesta quarta, 19 de junho de 2019, a se...
VER MAIS

Desempregado sem formação não consegue nem trabalhos básicos
  Estagnação da economia, desemprego em alta e avanço da tecnologia são dificuldades que trabalhador sem qualificação tem enfrentado
VER MAIS

Químicos presentes na 108º Conferência da OIT
  Os Químicos da Força, representados por Sergio Luiz Leite, Serginho, e Maria Auxiliadora dos Santos, fazem parte da delegação brasileira da Força Sind...
VER MAIS

"A organização sindical, os direitos sociais e as conquistas dos trabalhadores têm sofrido ataques sistemáticos", alerta Miguel Torres
  Delegação Brasileira, representante dos trabalhadores, presentes e de forma unida, relata os malefícios da reforma trabalhista, os ataques a estrutur...
VER MAIS

Sindicalistas brasileiros participam da 108ª Conferência Internacional da OIT em Genebra (Suíça)
  Excelente oportunidade para o movimento sindical brasileiro reforçar mundialmente que a reforma trabalhista do governo Temer foi nefasta, não gerou os...
VER MAIS

Mais de 3 milhões de brasileiros estão desempregados há dois anos, revela Ipea
  Enquanto Bolsonaro se preocupa com tomada de três pinos, aumenta de 17,4% para 24,8% o número de trabalhadores e trabalhadoras que não conseguem se re...
VER MAIS

Nesta segunda (17), as Centrais se reuniram para avaliar Greve Geral e planejar próximos passos da luta
  Em reunião, as dez centrais sindicais fizeram balanço da Greve Geral e organização para próximos passos da luta
VER MAIS

Antonio Neto presenteia Guy Ryder, diretor-geral da OIT, com obra de Picasso
  Presidente da CSB entregou ao representante máximo da Organização Internacional do Trabalho xilogravura de quadro feito pelo artista em homenagem à FS...
VER MAIS

Centrais preparam os próximos passos contra a Reforma da Previdência
  Após a grande mobilização no último 14 de junho em todo o Brasil e que mobilizou milhares de trabalhadores por todo o país com o objetivo de mostrar a...
VER MAIS

Para centrais e Dieese, reforma da Previdência ainda tem perversidades
  Dirigentes avaliaram a greve geral de 14 de junho como positiva e preparam agora entrega de abaixo-assinado contra a PEC da Previdência na Câmara e no...
VER MAIS

 
 
 
 
 

Facebook Twitter YouTube