Buscar
Cadastro Newsletter
Redes Sociais
Acesso aos Editais

Skip Navigation LinksHome > Lista de Notícias > Notícia
Notícia - Aula Pública sobre as Reformas Trabalhista e Previdenciária acontece nesta quarta, em Catalão
Aula Pública sobre as Reformas Trabalhista e Previdenciária acontece nesta quarta, em Catalão

A Frente Sindical Contra as Reformas promove, nesta quarta-feira (15), uma aula pública para debater as Reformas da Previdência e Trabalhista que estão tramitando no Congresso Nacional. O objetivo é esclarecer os trabalhadores e a comunidade sobre os perigos que as reformas apresentam. O debate acontece às 19 horas, no auditório da ACIC/CDL, no Centro. A discussão será mediada por Marcos Verlaine, jornalista, analista político e assessor parlamentar do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). A entrada é gratuita.
 
Da forma como foram propostas pelo Governo Federal, as Reformas Trabalhista(PL 6.787/16)e a Previdenciária (PEC 287/16) representam, claramente, um ataque aos direitos dos trabalhadores. Na tentativa de impedir que as ameaças sigam adiante, a Frente Sindical Contra as Reformas foi lançada em Catalão, no último dia 31.
 
Além da aula pública, a Frente Sindical planeja outras ações como panfletagem no município, mobilização em porta de fábrica, publicação de vídeos em redes sociais, e, principalmente, pressão na bancada goiana na Câmara cobrando uma postura em defesa da classe trabalhadora.
 
No sudeste de Goiás, já fazem parte do movimento o Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão (SIMECAT), Sindicato dos Comerciários de Catalão (SindCom), Sindicato dos Trabalhadores em Transporte de Catalão (SindTransporte), Sindicato Metabase e Sindicato dos Motoristas Cegonheiros de Goiás (SMCEG). Em nível estadual, participam a Federação dos Metalúrgicos de Goiás (FEM-GO), a Federação dos Trabalhadores Químicos do Centro-Oeste (FEQUIM) e a Força Sindical Goiás. O objetivo é expandir a proposta para o País e fortalecer o movimento com a participação de outras entidades sindicais.

Fonte: Força Sindical - 16/02/2017
 
Comentários