Notícia - Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes fazem assembleias de apoio à greve na Educação. Miguel Torres participa de ato em Brasília

Em apoio à greve nacional da Educação, nesta quarta, 15 de maio de 2019, e em defesa da manutenção e ampliação dos investimentos neste importante setor do País, o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes mobilizou a base metalúrgica em assembleias nas portas de fábrica

Para o presidente da entidade, Miguel Torres, também presidente da Força Sindical e da CNTM, que participou pela manhã dos protestos em Brasília, “esta manifestação nacional é muito importante e ficará para a história como um levante, um dia de forte unidade contra as políticas segregativas da direita que só servem para jogar o País no atraso”.

Em São Paulo, no MASP, os diretores do Sindicato e seus assistentes também reforçaram o protesto dos professores e estudantes.

Para Miguel Torres o próximo passo é unir toda a sociedade, trabalhadores, estudantes, funcionários e professores e demais categorias na greve geral de 14 de junho contra a reforma da Previdência do governo em tramitação no Congresso Nacional, com destaque desde já para o abaixo-assinado que será encaminhado aos deputados e senadores para que não aprovem a destruição da aposentadoria pública e a Seguridade Social.


Fonte:  Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo - 15/05/2019


Comentários