Notícia - IndustriALL Brasil é lançada com apoio da CUT e Força Sindical

Hoje, 17 de novembro de 2020, em live que ocorreu as 11 hs, foi apresentado a IndustriALL Brasil e seus dirigentes tendo como apoio para a criação, as duas maiores centrais sindicais do país: CUT e Força Sindical. As demais centrais também poderão entrar na nova organização, pois as demais também tem uma base industrial importante.

O objetivo da IndustriALL Brasil é unir os trabalhadores da indústria (metalúrgicos, químicos, construção civil, têxtil/vestuário, energia e alimentação), cerca de 10 milhões em todo país, e criar um movimento de defesa do trabalho, renda e principalmente, criar um plano de reindustrialização do Brasil.

A indústria brasileira que já representou na década de 1980, um 1/3 do PIB, hoje está em 11%. Neste ano 200 mil trabalhadores perderam seus empregos.

“Nenhuma nação do mundo conseguiu mudar o padrão de vida para o seu povo decente, sem ter uma base industrial forte. O Brasil vem se desindustrializando há mais de 30 anos e chegou em um momento dramático e esse processo de aumento da industrialização do Brasil, precisa da união de todos”, falou o presidente da CUT, Sérgio Nobre, em vídeo de apresentação da IndustriALL Brasil.

A criação da IndustriALL representa um passo importante para o sindicalismo brasileiro nesse momento conturbado em que o movimento sindical vem sofrendo ataques e em meio a uma pandemia do novo coronavírus. O presidente da Força Sindical, Miguel Torres, que não pode participar do evento de lançamento, pois está se recuperando da Covid-19 mandou uma mensagem em que fala da importância do sindicalismo sobre a organização da IndustriALL.

“Era preciso dar um passo a mais no movimento sindical unificado no Brasil, pois se já estávamos colocando várias ações em prática várias ações de resistência contra os ataques aos direitos sociais, trabalhistas, sindicais e previdenciários da classe trabalhadora, teremos agora com a IndustriALL Brasil a consolidação da unidade e o fortalecimento de nossa missão sindical contra esses ataques. A IndustriALL Brasil quer um país melhor e mais justo, humano e solidário”, disse Miguel Torres em sua mensagem.

Para Aroaldo de Oliveira Silva, que será o presidente da IndustriALL Brasil em suas palavras falou do grande desafio da nova organização.

“A IndustriALL Brasil nasce com um tremendo desafio de reindustrializar o país”, disse Aroaldo.

Um país que não tem uma indústria forte não poderá se desenvolver como uma grande nação e é importante um forte investimento na indústria brasileira.

“Diversos estudos apontam que, R$ 1 investido na indústria brasileira, o país tem de retorno R$ 2,63, ou seja, é importante o investimento na indústria como carro chefe do desenvolvimento nacional”, comentou o presidente da IndustriALL Brasil e comenta sobre o país só representar 1,8% da produção industrial do mundo: “Hoje estamos em 9º lugar no ranking de participação industrial, empatado com a Indonésia com 1,8%, é o 5º ano consecutivo de queda. A China tem 25%, EUA 15%, Japão quase 10%, Alemanha quase 7%, aí é possível perceber a discrepância com as maiores economias do mundo”.

Um dos focos da IndustriALL será na reindustrialização com foco no moderno, ou seja, na indústria 4.0.

“Pensando em todos esses aspectos, a IndustriALL-Brasil tem a tarefa de dialogar muito com as universidades e institutos de pesquisa para pensarmos essa nova indústria que já está presente. A organização está aberta para outras entidades de trabalhadores para junto organizarmos essa luta por emprego de qualidade e renda, só assim vamos dar um salto de qualidade na vida do povo brasileiro”.

Primeira diretoria da IndustriAll Brasil – mandato 2020-2022

 

Aroaldo Oliveira da Silva
SMABC
Presidente

Rosemary Prado
CNTM
Vice-Presidente

Raimundo Suzart
CNQ
Secretário-Geral

Sérgio Luiz Leite
FEQUIMFAR
Secretário de Administração e Finanças

Claudio da Silva Gomes
CONTICOM
Secretário de Relações Internacionais

Eunice Cabral
CONACCOVEST
Secretária de Formação

Jamil Dávila
CNTM
Coordenador do Departamento “Metalúrgico”

Paulo Cayres Ap. da Silva
CNM
Coordenador Adjunto do Departamento “Metalúrgico”

Edna Vasconcelos do Amaral
CNQ
Coordenador do Departamento “Químico”

Hebert Passos Filho
FEQUIMFAR
Coordenador Adjunto do Departamento “Químico”

Francisca Trajano
CNTRV
Coordenador do Departamento “Têxtil”

José Ricardo Leite
CONACCOVEST
Coordenador Adjunto do Departamento “Têxtil”

Antônio de Sousa Ramalho
CONST. CIVIL SP
Coordenador do Departamento “Construção Civil”

Janaina de Oliveira Luis
CONTICOM
Coordenador Adjunto do Departamento “Construção Civil”

Antonio Vitor
ALIMENTAÇÃO
Coordenador do Departamento “Alimentação”

Nelson Morelli
CONTAC
Coordenador Adjunto do Departamento “Alimentação”

Esteliano Pereira Gomes Neto
SINERGIA
Coordenador do Departamento “Energia”

Eduardo de Vasconcellos Correia Annunciato
ENERGIA
Coordenador Adjunto do Departamento “Energia”

Maria Rosângela Lopes
CNTM
Conselho Fiscal – Titular

Laura de Fátima Pereira Santos
FEQUIMFAR
Conselho Fiscal – Titular

Josimar Luis Cecchin
CONTAC
Conselho Fiscal – Titular

Reginaldo de Souza
CONACCOVEST
Conselho Fiscal – Suplente

Gerson Luiz Castellano
CNQ
Conselho Fiscal – Suplente

Márcia Regina Gonçalves Viana
CNTRV
Conselho Fiscal – Suplente

Mônica Veloso
Comitê Executivo Global

Edson Bicalho
Comitê Executivo Global

Lu Varjão
Comitê Executivo Global

Miguel Torres
Presidente da Força Sindical

Sérgio Nobre
Presidente da CUT

 


Fonte:  Redação Mundo Sindical - Manoel Paulo - 17/11/2020


Comentários