Notícia - Câmara debate demissões na Embraer

A Câmara dos Deputados discute no dia 26, quinta-feira, as demissões realizadas pela Embraer. A reunião, coordenada pela deputada Professora Marcivânia (PCdoB-AP), acontece no Plenário 8 do Anexo II, a partir de 10h, e será transmitida pelo canal da Câmara no YouTube.

A empresa dispensou em setembro 900 empregados, além de 2,5 mil desligados por meio de programa de demissões voluntárias.

Terceira maior fabricante de jatos comerciais no mundo, a Embraer tem 18 mil empregados. Foi criada em 1969 como empresa de capital misto, com participação do governo brasileiro, para produzir aviões de uso civil e militar.  Em 2018, anunciou uma joint venture com a Boeing, dos Estados Unidos, desfeita este ano.

Participantes
Além do presidente da Embraer, Francisco Gomes Neto, foram convidados para o debate:

  • o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano;
  • o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, Weller Gonçalves;
  • o presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos, Paulo Cayres;
  • o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Araraquara e Região, Paulo Sergio Frigere;
  • o presidente do SindiAeroespacial, Edmilson Oliveira "Toquinho";
  • o representante da Federação dos Sindicatos de Metalúrgicos da CUT/SP, Luiz Carlos da Silva Dias;
  • a desembargadora Tereza Aparecida Asta Gemignani, do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região;
  • a procuradora do Trabalho Mayla Mey Friedriszik; e
  • o representante da Procuradoria do Trabalho no Município de São José dos Campos, Octaviano Alberti.

 


Fonte:  Agência Câmara de Notícias / Foto: Sgt Batista/Agência FAB - 18/11/2020


Comentários