Notícia - No terceiro dia de greve, trabalhadoras da Sun Tech fazem passeata

Dando prosseguimento à luta em defesa dos empregos, as trabalhadoras da Sun Tech, em São José dos Campos, saíram em passeata nesta quinta-feira (8), pelas ruas do bairro Jardim Santa Inês 2 (onde fica a fábrica). A manifestação aconteceu logo após a assembleia, que aprovou a continuidade da greve iniciada no dia 6. 

Cerca de 100 trabalhadoras participaram da passeata, levando a faixa que cobra da LG a preservação dos empregos e direitos. A manifestação começou em frente à Sun Tech, por volta das 8h, e terminou no viaduto do Santa Inês, às 9h.

A ampla maioria de quem trabalha nas fornecedoras da LG é formada por mulheres. A indignação pelo anúncio do fechamento da Sun Tech, Blue Tech e 3C (saiba mais) está levando as trabalhadoras a resistirem e lutarem por seus empregos. Nas três empresas, a greve continua.

Na quarta-feira (7), foi a vez das metalúrgicas da Blue Tech e 3C, em Caçapava, saírem em passeata (confira aqui).

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos defende a estatização da LG e de todas as fábricas que realizarem demissão em massa ou anunciarem o fechamento. A entidade chama o sindicato de Taubaté para fazer o mesmo na LG: greve em defesa dos empregos e cobrança aos governos para que a fábrica fique no Brasil. 

Se a LG insistir no fechamento, será preciso cobrar do governo federal a estatização da fábrica sob controle dos trabalhadores. O Brasil tem maquinário, tecnologia e capital humano com total capacidade para produzir celulares de marca nacional.

“As mulheres metalúrgicas estão mobilizadas e não irão jogar a toalha. Se as empresas querem ir embora, as trabalhadoras estão dispostas a assumir o controle das fábricas. Esta é nossa luta”, afirma a diretora do Sindicato Aline Bernardo dos Santos.


Fonte:  Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos - 08/04/2021


Comentários