Artigo - A luta na mesma trincheira

Este ano, 2022, teremos eleições para os cargos de presidente da República , governador, deputados (federal e estadual) e senador. O partido Solidariedade terá candidatos em todas as regiões do País. Nossa intenção é interagir de forma positiva, sermos protagonistas, neste momento cívico do País, decorrente do processo democrático, que são as eleições.

O Solidariedade tem se emprenhado em ouvir estas demandas, dialogar com parlamentares, movimentos sindical e social e propor soluções sustentáveis e viáveis para o País. É importante destacar que o partido lance e apoie candidatos que estejam alinhados com a luta da classe trabalhadora e seus anseios pela garantia e a ampliação de direitos, por exemplo.

Teremos candidatos que lutem ao nosso lado por mudanças na economia, mais empregos e renda, combate à inflação e o preço do gás e da gasolina, política de valorização do salário mínimo, erradicação da fome, valorização do servidor público, menos juros, aposentadoria digna, fortalecimento da democracia, mais investimentos em saúde, educação e moradia

Precisamos lutar para ter um Estado nacional forte, política e tecnicamente capacitado para induzir processos de desenvolvimento em esferas como educação, direito e ciência. Vale destacar que nenhum país conseguiu aumentar sua importância econômica, sem incluir mais pessoas com trabalho decente, renda e aposentaria digna.

Por isso, nossos candidatos devem refletir sobre o país que queremos. É vital fortalecer a luta da classe trabalhadora para garantir um futuro melhor ao Brasil.

Solidariedade e movimento sindical devem sempre estar na luta, lado a lado, na mesma trincheira: por mais direitos e cidadania para todos!


Geraldino dos Santos Silva
secretário de relações sindicais da Força Sindical e secretário de Políticas Sindicais do Solidariedade