Notícia - Campanhas de servidores da Baixada, na live do Sindest

Como estão as campanhas salariais dos servidores de Santos, Guarujá, Praia Grande e São Vicente? A pergunta será respondia às 19 horas de segunda-feira (29), na live do Sindest.

Sindest é o sindicato dos 12 mil servidores municipais estatutários e 4 mil aposentados de Santos, que têm data-base em fevereiro e participam da organização da campanha nos locais de trabalho.

Seu presidente, Fábio Pimentel, almeja unificar os movimentos reivindicatórios dessas e de outras cidades da região em torno das datas-bases de cada uma, como já foi feito com a pec 32-2020.

Fábio e a unidade

A proposta de emenda constitucional (pec) do presidente Jair Bolsonaro, ainda em tramitação na câmara federal, retira direitos do funcionalismo e diminui os serviços públicos.

Os sindicatos de servidores da região uniram-se contra a medida, no segundo semestre de 2020, e reforçaram a unidade em diversos eventos públicos, principalmente nas câmaras municipais.

“E deu certo”, comenta Fábio. “Conseguimos inclusive que os dois deputados da região (Bozzella Júnior PSL e Rosana Valle PSB), eleitos na onda bolsonarista, agora estejam contra a pec, ao nosso lado”.

Luta no Guarujá

O presidente do sindicato de Guarujá, Zoel Siqueira, lembra que a primeira câmara visitada na luta contra a pec foi a de sua cidade. “Se transferirmos a unidade para as campanhas salariais, acumularemos força”.

Segundo ele, outra medida de Bolsonaro também foi prejudicial aos servidores. É a lei complementar (lc) 173-2020, de maio daquele ano, que proíbe aumentos salariais até 31 de dezembro de 2021.

Os 6 mil servidores têm data-base em abril e Zoel começará a campanha em janeiro, com assembleia para definir as reivindicações. Mas já debate com sua diretoria a pauta básica e as estratégias de luta.

Mobilização na Praia Grande

O presidente do sindicato de Praia Grande, Adriano Lopes Pixoxó, é o que está mais à vontade, pois conquistou reajuste salarial de 9,32% para os 12 mil trabalhadores da ativa e 4 mil aposentados.

O percentual será aplicado nos salários de 1º de janeiro de 2021 e equivale à inflação de maio de 2019 a abril de 2020. E dos mesmos meses de 2020 a 2021.

O acordo coletivo de trabalho prevê novo reajuste em março de 2022 e, segundo Pixoxó, a mobilização da categoria será acionada já na primeira semana de janeiro.

Revolução na campanha

O presidente do sindicato de São Vicente, Edson Paixão, diz que a categoria “está organizada, mobilizada e preparada para revolucionar a campanha salarial”.

O diretor de comunicação do Sindest, Daniel Gomes, diz que a live “será uma oportunidade para se ouvir, da boca de quem negocia, a quantas andam as campanhas na baixada e litoral”.

O programa, com transmissão pelo Facebook e Youtube, tem semanalmente ótima audiência nos públicos interno e externo dos servidores, com abrangência nacional.


Fonte:  Sindicato dos Servidores Estatutários Municipais de Santos - 25/11/2021


Comentários