Notícia - Comerciários iniciam campanha salarial e pedem diminuição da carga horária e fim da escala 6x1

Os comerciários, em assembleia realizada na sede do Sindicato dos Comerciários do Rio, aprovaram, por unanimidade, a diminuição da carga horária de trabalho, de 44h para 40h, sem redução salarial; o fim da revista íntima e proibição de transporte de valores pelos trabalhadores no comércio. As reivindicações estão na pauta da campanha salarial da categoria que serão negociadas com os sindicatos patronais. 

Além da correção salarial com reajuste do INPC mais 3% de ganho real, estão no Acordo Coletivo de Trabalho/2024 novos pleitos, como o fim da escala 6×1, com duas folgas para sete dias trabalhados, sem redução da remuneração. Os comerciários também aprovaram a jornada de 40h, já que atualmente são 44h semanais, mais horas extras; a limitação do horário nas datas que antecedem o Natal e Ano Novo, ou seja, nos dias 24 e 31 de dezembro, expediente até às 16h e carga horária diferenciada nos domingos e feriados. E ainda a proibição de convocar os trabalhadores do comércio para o trabalho no 1º de maio, uma das poucas categorias que trabalham nesta data.

Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários do Rio, afirma que há diversas denúncias de empresas que impõem uma carga horária abusiva, mais o cumprimento de horas extras. “É fundamental garantir aos comerciários a diminuição da jornada, com mais tempo para o lazer, para estudar e evoluir profissional e pessoalmente. Muitos adoecem por estresse e cansaço físico e mental”, afirma. 

Há ainda a inclusão de benefícios sociais, como plano de saúde e odontológico; cesta básica; local para amamentação, auxílio creche e a realização das homologações de rescisões de contratos de trabalho junto ao sindicato.

“As homologações no sindicato são para evitar rescisões erradas ou até contas incorretas, como aconteceu recentemente com um comerciário que teve o cálculo subtraído em mais de R$ 25 mil. Por isso, o trabalhador que ficar com dúvida, deve procurar o Sindicato com os documentos rescisórios para verificação”, relatou Ayer.

O Sindicato dos Comerciários representa a categoria nos municípios de Miguel Pereira, Paty do Alferes e Rio de Janeiro.


Fonte:  Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro - 03/04/2024


Comentários

 

O Mundo Sindical e os cookies: nós usamos os cookies para guardar estatísticas de visitas, melhorando sua experiência de navegação.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.