Notícia - Campanha salarial: Metroviários de São Paulo fazem assembleia nesta quinta

Os metroviários de São Paulo têm assembleia marcada para a próxima quinta-feira (28) para discutir os próximos passos da campanha salarial. A categoria, cuja data-base é em 1º de maio, reagiu à resposta do Metrô que, na primeira rodada de negociação, na última terça (19), negou todas as reivindicações da pauta apresentada pela sindidcato.

A principal reivindicação, de reajuste de 20% para reposição de perdas salariais foi negada pela empresa que ofereceu aumento com base na variação acumulada do Índice de Preços ao Consumidor da Fipe (IPC-Fipe), que até março soma 10,32%.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), usado como base para os reajustes salariais  acumula alta de 3,42% no ano e 11,73% nos últimos 12 meses.

40% dos acordos salariais tiveram reajuste abaixo da inflação no primeiro trimestre

Segundo nota publicada no site do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, o  Metrô informou que não vai retirar recurso no Tribunal Superior do Trabalho (TST) contra dissídio coletivo anterior. E não deu resposta sobre o item relativo a contratações por meio de concurso público.

Confira aqui a íntegra da pauta de reivindicações.


Fonte:  Redação CUT / Foto: Sindicato dos Metroviários - 26/04/2022


Comentários