Notícia - FEM-CUT/SP participa do seminário de planejamento do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região

Nos dias 18, 19 e 20 de abril aconteceu o seminário de planejamento estratégico da diretoria do sindicato dos metalúrgicos de Sorocaba e região na gestão 2021/2025.

Com o tema “O Sentimento que Conduz a Luta!”, os dirigentes debateram em grupos diversas ações orientadas por dois eixos principais “Organização no Local de Trabalho (OLT)” e “Sindicato Cidadão”.

Outros temas foram debatidos em mesas temáticas especificas com palestrantes convidados como: “Organização no Local de Trabalho” com os CSEs na Mercedes Benz/SBC e Volkswagen/SBC, “Trabalhar sim, adoecer não! O caminho é a prevenção” com o Dr. Paulo Cordeiro (SMetal) e Max Pinho (FEM-CUT), “Ideologia dos Trabalhadores” com José Genoino (PT) e Gilmar Mauro (MST), “O Futuro da Indústria” com Wellington Damasceno (SMABC) e Erick Silva (FEM-CUT) e o “Projeto da Classe Trabalhadora” com Luiz Marinho (PT/SP), Leandro Soares (SMetal) e Izídio de Brito (SMetal).

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e região (SMetal), Leandro Soares, reforçou que o seminário teve o objetivo de reafirmar o compromisso com a categoria e consequentemente com a classe trabalhadora.

“Durante esses três dias muito produtivos, pude receber companheiros e companheiras de luta que juntamente comigo, estão em busca de um Brasil melhor e mais justo para todos”, concluiu Leandro.

A diretora executiva da FEM e do SMetal, Priscila dos Passos, dividiu com o Izídio, também do SMetal, a mediação da mesa “Ideologia da Classe Trabalhadora” com José Genoíno e Gilmar Mauro.

O presidente da FEM, Erick Silva, que participou da mesa de abertura e da mesa “O futuro da Indústria no Brasil”, falou sobre a tendência da eletrificação veicular e da alternativa para o motor do futuro hibrido-etanol, defendido pela FEM-CUT/SP.

“Estamos realizando eventos para debater com toda a sociedade a alternativa do hibrido-etanol. Já realizamos o primeiro encontro que aconteceu na cidade de Araraquara, o segundo que aconteceu de forma virtual, e agora vamos realizar os próximos de forma presencial, que acontecerão em maio na cidade de Sorocaba e em junho no vale do Paraíba, com os Sindicatos dos Metalúrgicos de Sorocaba, Taubaté e entidades parceiras”, concluiu Erick.

O Secretário Geral da FEM, Ângelo Máximo de Oliveira Pinho, o Max, que acompanhou os três dias do seminário, participou da roda de conversa sobre OLT (Organização no Local de Trabalho), junto com representantes do CSE na Mercedes (Sandro e Aroaldo) e na Volkswagen (Wagnão, Bigode e André) e participou da mesa sobre “Saúde e Segurança no Trabalho”, onde apresentou o programa da Rede Vida Viva.

“A Rede Vida Viva envolve os trabalhadores nas ações diárias da representação sindical, melhorando as condições de trabalho, fortalecendo a organização no local de trabalho e consequentemente fortalecendo as representações e os sindicatos”, concluiu Max.


Fonte:  FEM-CUT/SP - 26/04/2022


Comentários